Planejamento Estratégico

Missão:                                         

Garantir à sociedade que o processo eleitoral seja legítimo, confiável e imparcial.

Visão de Futuro:

Ser reconhecida como instituição de alta credibilidade e indispensável para a democracia.

Valores:

Acessibilidade: garantia de que todas as pessoas, especialmente as com deficiências e/ou necessidades especiais, possam participar das atividades eleitorais e acessar serviços e informações da Justiça Eleitoral. 

Confiabilidade: capacidade de a instituição minimizar, em seu âmbito de atuação, as incertezas para os cidadãos nos ambientes econômico, social e político, mantendo-se fiel aos objetivos e diretrizes definidos previamente.

Transparência: garantia aos cidadãos de acesso às informações, ações e decisões institucionais de caráter público.

Segurança: melhoria contínua da segurança nos procedimentos eleitorais, administrativos e que envolvam fluxo de informações e proteção de dados institucionais e pessoais.

Imparcialidade: isenção na realização da justiça, garantindo o exercício de direitos e deveres dos cidadãos jurisdicionados.

Integridade (ética): diz respeito às ações organizacionais e ao comportamento dos agentes públicos e demais colaboradores do órgão estarem alinhados aos valores, princípios e normas éticos, comuns e específicos, à instituição para sustentar e priorizar o interesse público sobre o interesse privado.

Celeridade: agilidade no exercício das funções judicial e administrativa.

São objetivos estratégicos do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais:

I – assegurar direitos de cidadania;

II – garantir a transparência da instituição e do processo eleitoral;

III – fortalecer o relacionamento com a sociedade;

IV – assegurar agilidade e produtividade na prestação jurisdicional;

V – aprimorar os mecanismos de governança e gestão;

VI – fortalecer as ações de sustentabilidade;

VII – zelar pela integridade administrativa e pelo enfrentamento aos ilícitos eleitorais;

VIII – aprimorar a gestão de pessoas;

IX – aprimorar a gestão orçamentária e financeira;

X – fortalecer a estratégia de TIC, de segurança da informação e de proteção de dados;

XI – garantir a infraestrutura apropriada às atividades institucionais.

O mapa estratégico do TRE-MG está dividido nas seguintes perspectivas: sociedade, processos internos e aprendizagem e crescimento/recursos, nas cores verde, amarelo e azul. Para cada perspectiva foram atribuídos objetivos estratégicos que a organização irá buscar durante a vigência do Plano Estratégico.

Dividido em um semicírculo, o atual mapa estratégico possui uma abordagem inovadora, que permite a convergência dos elementos direcionadores (missão, visão e valores) com os objetivos estratégicos.


Mapa Estratégico (formato PDF)

Objetivos (formato PDF)

 

 

O Planejamento Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais para o período 2021-2026 foi construído com base na Resolução nº 325/2020 do Conselho Nacional de Justiça, que estabeleceu a Estratégia Nacional do Poder Judiciário para o sexênio 2021-2026; em diretrizes externas diversas (oriundas do Conselho Nacional de Justiça, do Tribunal Superior Eleitoral, do Tribunal de Contas da União, entre outros);  na revisão do Planejamento Estratégico 2016-2021 do TRE-MG (e achados de Auditoria do Controle Interno relacionados ao ciclo anterior) e nas pesquisas de diagnóstico organizacional realizadas em 2021.

Também foi instituído um Grupo de Trabalho responsável pela revisão do Planejamento Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais – PETRE – para o ciclo 2021-2026, por meio da Portaria PRE nº 152/2021.

Os trabalhos de revisão foram realizados com base na metodologia Balanced Scorecard (BSC), de Kaplan e Norton, e análise da matriz SWOT, com customizações para que pudessem ser utilizadas no TRE-MG. As pesquisas de diagnóstico organizacional tiveram uma participação bastante representativa (1.451 respondentes, 708 do público externo e 753 do público interno) e permitiram a coleta de informações para subsidiar todas as etapas da revisão.

Com base nas análises dos resultados das pesquisas e nas ricas discussões multissetoriais, que envolveram todas a áreas do Tribunal, sob o gerenciamento do Grupo de Trabalho, concluiu-se por adequações na missão e na visão de futuro, bem como no estabelecimento de sete atributos de valor, 11 objetivos, 32 indicadores e diversas iniciativas para o sexênio 2021-2026.

Todo esse processo resultou na aprovação, pela Corte do Tribunal, do novo Planejamento Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais – PETRE – para o período 2021-2026, consubstanciado na Resolução nº 1.183/2021. Os detalhamentos dos indicadores de desempenho, relacionados no Anexo II da referida Resolução, estão dispostos, por sua vez, na Portaria DG nº 75/2021.