Eleições 2022: conheça as ações da STI para o pleito

06/10/2021

Apesar de ainda faltar praticamente um ano para as Eleições 2022, a Secretaria de Tecnologia da Informação (STI) já está trabalhando com metas específicas para o pleito, visando assegurar a infraestrutura de TI necessária, além de dar suporte aos cartórios eleitorais e Secretaria. Entre as ações, estão a Reformulação do 9Tempos e do Planejamento de eleições; a otimização da infraestrutura para treinamento de eleições, cadastro eleitoral, sistemas de apoio às eleições, sistemas eleitorais, aplicativos de urnas, aceite e logística de urnas e ações voltadas às sugestões e correções geradas pela Avaliação das Eleições.

Confira alguns detalhes.

- Migração do sistema operacional Windows 7 para Windows 10 em todas as zonas eleitorais: a atualização possibilitará que as zonas eleitorais tenham mais computadores compatíveis com os sistemas eleitorais, cuja execução requer o Windows 10, dando mais celeridade na preparação dos ambientes e atividades relacionadas às Eleições 2022. Ação executada pela Seção de Suporte Operacional (SESOP).

- Primeiro teste de desempenho da totalização, entre 15 e 17 de setembro. Nesses testes, os sistemas eleitorais são sobrecarregados, por meio do envio de todos os arquivos de urnas de todas as seções eleitorais, utilizando exclusivamente o Sistema Transportador WEB. O objetivo é avaliar a capacidade da rede e dos sistemas. Segundo a Seção de Sistemas Eleitorais (SESEL), de forma geral, houve um bom desempenho de todos os softwares, e novos testes ainda serão realizados.

- Simulado Nacional de Hardware: de acordo com a Seção de Urnas Eletrônicas (SURNA), o objetivo do projeto é testar os hardwares das urnas eletrônicas, para que seja possível validar os seus desempenhos e, caso necessário, reportar ao TSE erros encontrados. Começou no dia 4 de outubro e vai até 5 de novembro.

- Capacitação: nos meses de outubro e novembro, a equipe da Seção de Sistemas Eleitorais (SESEL) elaborará e revisará o conteúdo do EAD de Sistemas Eleitorais, cujo primeiro treinamento está previsto para março de 2022.

Veja também as ações realizadas pela Secretaria de Gestão de Atos Eleitorais e Partidários e o grupo de trabalho formado para o enfrentamento à desinformação.