Centrais de Uberaba e Uberlândia ampliam capacidade de atendimento ao eleitor

Centrais de Uberaba e Uberlândia ampliam capacidade de atendimento ao eleitor

Ampliação de guichês na Central de Atendimento ao Eleitor de Uberaba - 27/06/2017. Crédito: TRE-MG

O atendimento biométrico aos eleitores de Uberaba e Uberlândia está sendo ampliado nas centrais de atendimento. Em ambas as cidades, o recadastramento biométrico é obrigatório e quem não comparecer terá o título cancelado. O horário de atendimento, que deve ser feito por agendamento, é de 10 as 18 horas.

A partir desta segunda-feira (26), o agendamento já está disponível para mais 13 guichês em Uberaba, totalizando 33 posições de atendimento. O agendamento já está aberto também para o mês de julho. A Central de atendimento (foto) funciona na Rua Doutor Lauro Borges, 97, Bairro Estados Unidos.

Dos 227.989 eleitores de Uberaba, 65.365 (28,67%) já estão cadastrados por meio da biometria. A média de atendimento está superando 500 pessoas por dia, mas, com a ampliação, o eleitor terá mais possibilidade de agendar um horário para atendimento.

Em Uberlândia, a Central de Atendimento (Avenida Vasconcelos Costa, 1.646, Bairro Osvaldo Rezende) passa a contar com 45 guichês – 10 a mais – a partir de terça-feira (27). O agendamento já está disponível também para o mês de julho. O recadastramento biométrico já abrange 170.691 eleitores da cidade (35,35% do total), com uma média superior a mil pessoas por dia.

Os dois municípios passam por revisão biométrica – assim como Betim e Contagem. Por isso, esses eleitores são obrigados a fazer o recadastramento biométrico até 9 de fevereiro de 2018. No município de Betim, houve no mês de maio uma ampliação do atendimento, com o início do funcionamento do posto montado no Shopping Monte Carmo. No caso de Contagem, a expansão está programada para o início do mês de julho.

Além da biometria, os eleitores podem resolver outras demandas como inscrição, transferência, revisão de dados, regularização de cadastro e emissão de certidões. O objetivo do recadastramento biométrico é tornar a identificação do eleitor ainda mais segura, eliminando-se o risco de alguém votar por outro, mesmo que de modo involuntário.

Documentação

Para fazer a biometria, o eleitor deve levar documento oficial, comprovante de endereço recente e o título (se tiver). É importante lembrar que os eleitores só podem se recadastrar nas cidades onde votam ou para onde pretendem transferir seu título. Ou seja, o eleitor de Uberaba não pode se recadastrar em Uberlândia, por exemplo.

Saiba mais sobre a biometria em Minas Gerais.

Siga-nos no Twitter.

Curta nossa página no Facebook.

Últimas notícias postadas

Recentes