A biometria em Minas

Banner Biometria

Os municípios de Betim, Contagem, Uberaba e Uberlândia passam pelo recadastramento biométrico obrigatório, também conhecido como revisão biométrica ou recadastramento obrigatório, desde 1º de fevereiro de 2017. Os eleitores desses municípios devem  fazer o recadastramento até 9 de fevereiro de 2018.

Quem não comparecer até a data final para o recadastramento terá o título cancelado e não poderá votar nas próximas eleições.

Para se recadastrar, o eleitor desses municípios deve agendar, obrigatoriamente, o atendimento por meio do site do TRE-MG ou pelo Disque-Eleitor (telefone 148). Depois disso, é só comparecer à Central de Atendimento indicada no dia e horário marcados. Apenas para atendimento no ônibus TRE AQUI instalado no Big Shopping e nos postos criados no Itaú Power Shopping, Regional Nacional, Regional Riacho e Câmara Municipal, todos em Contagem, não há agendamento disponível, sendo o eleitor atendido de acordo com a ordem de chegada. O eleitor de Betim ou de Contagem que trabalha ou circula por Belo Horizonte pode ser atendido também no posto da Av. Prudente de Morais, 320 (e somente neste), com ou sem agendamento.


Locais de atendimento

 

Local

Endereço

Horário

Betim

Central de Atendimento ao Eleitor

Av. Nossa Senhora do Carmo, 192, Centro

10h às 18h com agendamento obrigatório

 

Centro Administrativo da Prefeitura (Ônibus TRE Aqui)

Rua Pará de Minas, 640, Brasileia

10h às 18h

com agendamento obrigatório

 

Shopping Monte Carmo

Av. Juiz Marco Túlio Isaac, 1.119, Ingá Alto

10h às 18h com agendamento obrigatório

 

Posto de Atendimento do TRE em Belo Horizonte

Av. Prudente de Morais, 320, Cidade Jardim

8h às 17h com ou sem agendamento
Contagem Central de Atendimento ao Eleitor Av. João César de Oliveira, 1.434, Eldorado 10h às 18h com agendamento obrigatório
Câmara Municipal Praça São Gonçalo, 18, Centro 10h às 18h sem agendamento obrigatório
Estacionamento do Big Shopping (Ônibus TRE Aqui) Av. João César de Oliveira, 1.275, Eldorado 10h às 18h sem agendamento obrigatório
Itaú Power Shopping Av. Coronel David Sarnoff, 5.160, 2º piso, Cidade Industrial 10h às 18h sem agendamento obrigatório
Prefeitura Municipal Praça Tancredo Neves, 200, Camilo Alves  9h às 17h sem agendamento obrigatório
Regional Nacional Rua Santa Maria, 1.076, Pedra Azul 9h às 17h sem agendamento obrigatório
Regional Riacho Rua Rio Solimões, 204, Novo Riacho 9h às 17h sem agendamento obrigatório
Shopping Contagem - Posto Prefeitura Aqui Avenida Severino Ballesteros Rodrigues, 850, piso G3, Cabral 10h às 18h sem agendamento obrigatório
Posto de Atendimento do TRE em Belo Horizonte Av. Prudente de Morais, 320, Cidade Jardim 8h às 17h com ou sem agendamento
Uberaba Central de Atendimento ao Eleitor Rua Doutor Lauro Borges, 97, Estados Unidos 10h às 18h com agendamento obrigatório
Uberlândia Central de Atendimento ao Eleitor Av. Vasconcelos Costa, 1.646, Osvaldo Rezende 10h às 18h com agendamento obrigatório


Em Minas Gerais, 80 municípios (formato PDF) já passaram pela revisão biométrica e possuem todo o eleitorado cadastrado biometricamente.

 

Nos municípios com biometria não obrigatória, o recadastramento é feito de forma ordinária. Na medida em que o eleitor precisa de algum serviço no cartório eleitoral, ele é atendido por meio da coleta de seus dados biométricos.

 

Saiba quais são os 713 municípios com biometria não obrigatória (formato PDF).  


Confira os endereços dos cartórios em cada uma das cidades.


Dúvidas?

De qualquer cidade de Minas, em caso de dúvida, disque 148 (chamada com custo de ligação local). De outros estados, ligue (31) 3291-0004.


O projeto de identificação biométrica do eleitor em Minas Gerais teve seu início em 2009 e é uma das prioridades da Justiça Eleitoral brasileira em busca de maior segurança e modernização do processo eleitoral em todo o Brasil.

Primeira fase (2009 – 2010)

De novembro de 2009 a fevereiro de 2010, nos municípios de Curvelo, Pará de Minas, Ponte Nova e São João Del Rei.
Quase 200 mil eleitores recadastrados biometricamente e identificados pelas impressões digitais nas Eleições 2010.

Segunda fase (2011 – 2012)

De setembro de 2011 a fevereiro de 2012, em 17 municípios: Araporã, Bom Jesus do Amparo, Cachoeira Dourada, Coimbra, Divinésia, Estrela Dalva, Faria Lemos, Galileia, Itaguara, Itapeva, Marmelópolis, Mata Verde, Montezuma, Santa Efigênia de Minas, Santa Rita do Itueto, Santo Antônio do Rio Abaixo e Umburatiba. Mais de 70 mil eleitores recadastrados.

Os eleitores de 21 municípios mineiros da primeira e segunda fases votaram pelo sistema biométrico de identificação nas Eleições 2012.

Terceira fase (2013 - 2014)

De março a novembro de 2013, nos municípios de Brás Pires, Divinópolis, Dores do Turvo, Senador Firmino e Tapira.
Cerca de 180 mil eleitores recadastrados.

Nas Eleições 2014, quase 500 mil eleitores mineiros votaram em urnas biométricas em 26 municípios

Quarta fase (2015 - 2016)

De fevereiro a dezembro de 2015. No primeiro semestre, de fevereiro a maio, oito municípios – Abre Campo, Arapuá, Belo Vale, Espinosa, Miradouro, São Bento Abade, Senador José Bento e União de Minas – passaram pela revisão biométrica, com 53.044 eleitores recadastrados. No segundo semestre, de julho a dezembro, mais 46 municípios passaram pelo recadastramento biométrico obrigatório. Também a partir de julho, 169 municípios iniciaram o atendimento biométrico não obrigatório: nessas cidades, os eleitores que buscavam algum serviço nos respectivos cartórios eleitorais já eram atendidos por meio da coleta de seus dados biométricos.

Em 2016, não houve revisão biométrica em nenhum município mineiro. Nas Eleições 2016, houve votação com identificação biométrica em 249 municípios, alcançando 1.584.923 eleitores (10,0999% do eleitorado) em todo o estado. Em 80 deles - as cidades que passaram pela chamada revisão biométrica obrigatória em todas as fases descritas acima - a votação foi totalmente biométrica. Nos outros 169 municípios – onde a biometria não é obrigatória ainda -, a votação foi mista (também chamada de híbrida): o eleitor que não fez o recadastramento biométrico pôde votar da maneira tradicional.

Quinta fase (2017 - 2018)

Esta fase tem início com a reabertura do cadastro eleitoral em novembro de 2016, quando mais 54 municípios iniciaram o atendimento biométrico não obrigatório. A partir de 1º de fevereiro de 2017, a revisão biométrica obrigatória começou em Betim, Contagem, Uberaba e Uberlândia - municípios que já cadastravam eleitores biometricamente, porém sem obrigatoriedade de comparecimento desde 2015 (no caso de Betim, Contagem e Uberlândia) e 2016 (no caso de Uberaba). Em 6 de março de 2017, mais 84 municípios iniciaram o atendimento biométrico não obrigatório. Em 27 de março, outros 60; em 17 de abril, mais 73; em 15 de maio, outros 50; em 19 de junho, mais 54; em 7 de agosto, outros 52; em 26 de outubro, mais 50; em 12 de dezembro, outros 70 municípios começaram o procedimento.

Atualmente, são 797 municípios mineiros com atendimento biométrico: 80 que passaram por revisão biométrica - os quais possuem todo o eleitorado cadastrado por meio de biometria -, os quatro que iniciaram a revisão em fevereiro de 2017 (Betim, Contagem, Uberaba e Uberlândia) e 713 municípios com atendimento biométrico não obrigatório, ou seja, com parte do eleitorado ainda não cadastrado biometricamente.

 

Saiba mais sobre biometria.

Documentos a serem apresentados:

* - um documento de identidade (Carteira de Trabalho, Carteira de Identidade, carteiras emitidas por órgãos reguladores de profissão, certidão de nascimento ou de casamento) 
Obs: não será aceito o novo passaporte.

* - comprovante de endereço;

- título de eleitor, se o possuir.

* Indispensáveis