Logo da Ejemg

A EJEMG

A Escola Judiciária Eleitoral Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira é responsável pela capacitação dos juízes eleitorais e servidores do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais. Ela também realiza ações de estímulo ao estudo e à pesquisa sobre Direito Eleitoral, bem como projetos de formação de eleitores, membros de partidos políticos e candidatos em potencial.

HISTÓRIA

A Escola Judiciária Eleitoral de Minas Gerais “MINISTRO SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA”  (EJEMG) foi criada pelo TRE-MG em 13 de dezembro de 2004, na Presidência do Desembargador Kelsen do Prado Carneiro (Resolução 666 de 13/12/2004). Sua organização e funcionamento são regulamentados pela Resolução 994/2015 do TRE-MG.

O PATRONO

O “MINISTRO SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA”,  membro da Corte do Tribunal Superior Eleitoral, destacou-se como precursor da necessidade de preparação e formação do pessoal da Justiça Eleitoral. O Ministro foi o coordenador dos estudos que levaram à criação da Escola Judiciária do Tribunal Superior Eleitoral em agosto de 2002, da qual foi primeiro Diretor Superintendente.

Abrangência de ação da Escola Judiciária do TRE/MG: Formação,  atualização e especialização, inicial, continuada ou eventual de Magistrados, membros do Ministério Público Eleitoral, servidores da Justiça Eleitoral de Minas Gerais e interessados no estudo do Direito Eleitoral, bem como o estímulo e a divulgação do estudo do Direito Eleitoral entre os seus operadores.

ESCOLA JUDICIÁRIA ELEITORAL MINISTRO SÁLVIO DE FIGUEIREDO TEIXEIRA
Av. Prudente de Morais, 100, Cidade Jardim, Belo Horizonte/MG, CEP: 30.380-002

CONSELHO CONSULTIVO:

I -   Diretor Superintendente;
II –   Diretor Executivo;
III –  Diretor Geral da Secretaria do Tribunal;
IV -  Coordenador Executivo, que será o Secretário do Conselho;
V -  Secretário Judiciário;
VI –  Secretário de Gestão de Pessoas.

 

•DIRETOR SUPERITENDENTE: Desembargador Pedro Bernardes de Oliveira
DIRETOR EXECUTIVO: Juíza Roberta Rocha Fonseca

•COORDENAÇÃO
Telefone: (31) 3307-1102
E-mail: ejemg@tre-mg.jus.br
Chefia: Noriko Tsukamoto

SEÇÃO DE PESQUISA E CIDADANIA - SEPEC
Telefone: (31) 3307-1575|1657|1103|1955
E-mail: sepec@tre-mg.jus.br
Chefia: Lara Marina Ferreira

•SEÇÃO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO JURÍDICO E ELEITORAL- SEFAE
Telefones: (31) 3307-1391|1104
E-mail: sefae@tre-mg.jus.br
Chefia: Maria de Fátima Moreira Santa Bárbara

•SEÇÃO DE FORMAÇÃO E APERFEIÇOAMENTO EM MATÉRIA ADMINISTRATIVA E DE GESTÃO- SEFAG
Telefone: (31) 3307-1350|1270|1285|1249
E-mail: sefag@tre-mg.jus.br
Chefia: Liana Ishitani Silva

SEÇÃO DE MÍDIAS EDUCACIONAIS - SEMED
Telefone: (31) 3307-1335
E-mail: semed@tre-mg.jus.br
Chefia: Verônica Alves de Souza Medeiros

Projetos de Cidadania 

 

ELEITOR DO FUTURO

O projeto Eleitor do Futuro do TRE-MG pretende contribuir para a formação do eleitor, em especial para a formação do jovem eleitor, para que ele compreenda criticamente o valor e o significado de seu voto no processo democrático, aprimorando continuamente sua forma de participação social e política.

O projeto consiste em encontros dialógicos entre o juiz, servidor ou promotor eleitoral e alunos do ensino médio das escolas públicas e particulares em todo o Estado. Em debate, temas como a organização do Poder Judiciário Eleitoral, a cidadania, os partidos políticos, as eleições e o voto.

Conheça o Eleitor do Futuro

 

CONHECENDO A JUSTIÇA ELEITORAL

Projeto que tem por objetivo aprofundar o conhecimento sobre o processo eleitoral, temas de Direito Eleitoral e história da Justiça Eleitoral, contribuindo para a formação escolar tanto de estudantes de ensino fundamental e médio, como também para a formação acadêmica de estudantes de ensino superior.

 Para saber mais, clique aqui.

 

CÂMARA MIRIM

O projeto Câmara Mirim  é uma iniciativa da Câmara Municipal de Belo Horizonte para o desenvolvimento da consciência política e participativa da sociedade, apostando na educação cidadã. Iniciado em 2008, o projeto é desenvolvido pela Escola do Legislativo da Câmara Municipal em parceria com a Escola Judiciária do TRE-MG e com a Secretaria Municipal de Educação.

A cada ano, o projeto elege 41 vereadores-mirins em dez escolas municipais, representantes de cada uma das regionais administrativas da cidade. Os eleitos se reúnem em sessões mensais na CMBH, onde aprendem sobre o processo legislativo, desenvolvem habilidades de oratória e trabalho em equipe e discutem temas importantes para suas escolas, comunidades e a cidade como um todo, realizando audiências e formulando propostas para a solução dos problemas levantados.

Saiba mais sobre o Câmara Mirim

Esta página encontra-se em construção. Desculpe-nos o inconveniente.