Eleitores de 61 municípios têm só até 10 de outubro para fazer o recadastramento obrigatório

O eleitor que não comparecer terá o título cancelado

* Atualizado em 24/09/2019, às 12h

O prazo para o recadastramento biométrico obrigatório dos eleitores de 61 municípios mineiros termina em 10 de outubro. Entre esses municípios, estão Baldim, Raposos e Mário Campos, na região metropolitana de Belo Horizonte. Quem não fizer o recadastramento biométrico obrigatório dentro do prazo terá o título cancelado.

Por decisão da Corregedoria Regional Eleitoral, os prazos para o recadastramento obrigatório foram prorrogados de 10 de outubro para 21 de fevereiro de 2020 nos municípios de Matipó, pertencente à 2ª Zona Eleitoral, de Abre Campo, e de Tocantins (239ª ZE, de Rio Pomba). Veja a relação completa dos municípios.

Para fazer o recadastramento biométrico obrigatório, é necessário que o eleitor leve documento de identificação oficial e comprovante de endereço. Quem já tiver o título pode levá-lo, para facilitar o procedimento. Para o eleitor do sexo masculino com mais de 18 anos que for tirar o título pela primeira vez, também é necessário apresentar o comprovante de quitação com o serviço militar.

O atendimento é feito por ordem de chegada ou por agendamento, que deve ser feito no site do TRE-MG ou pelo Disque-Eleitor (148).


Biometria em Minas Gerais

Atualmente, 175 municípios do estado estão passando pelo processo de recadastramento biométrico obrigatório, com prazos se encerrando em datas diversas: 10 de outubro, 29 de novembro e 17 de dezembro de 2019, e 21 de fevereiro de 2020.

Do eleitorado mineiro, 40,7% já fizeram a biometria, o que representa 6.368.321 eleitores. Confira os números dos municípios mineiros.

Dúvidas podem ser esclarecidas no Disque-Eleitor (148) ou no cartório eleitoral responsável pelo município.

Siga-nos no Twitter e no Instagram.
Curta nossa página no Facebook.

Últimas notícias postadas

Recentes