Segurança do sistema eletrônico de votação

A legislação eleitoral prevê a possibilidade de auditoria do sistema eletrônico de votação antes, durante e depois das eleições, o que garante segurança e dá credibilidade a todo o processo. É possível verificar o sistema:

- Antes das eleições: acompanhamento de todas as fases de especificação, desenvolvimento, assinatura digital e lacração dos sistemas por representantes dos partidos, da Ordem dos Advogados do Brasil e do Ministério Público;

- Durante as eleições: procedimentos de verificação feitos pela Justiça Eleitoral (votação paralela – saiba mais sobre esse procedimento de auditoria das urnas), fiscalização por entidades competentes e entrega da cópia dos boletins de urna aos fiscais dos partidos nos locais de votação;

- Após as eleições: análise dos arquivos entregues pela Justiça Eleitoral, auditorias no sistema e nos equipamentos utilizados.

Saiba mais sobre segurança do processo eletrônico de votação.