Transferência temporária de eleitores

A transferência temporária de seção para eleitores foi regulamentada pela Resolução TSE nº 23.554/2017 (arts. 34 a 58). A norma estabelece que nas eleições gerais é facultada aos eleitores a transferência temporária de seção eleitoral para votação no primeiro turno, no segundo turno ou em ambos, desde que previamente habilitados no período de 17 de julho a 23 de agosto de 2018, nas seguintes situações:

I - eleitores em trânsito no território nacional
    Os eleitores que não estiverem em seu domicílio eleitoral no dia da eleição poderão votar em trânsito nas capitais e nos municípios com mais de 100 mil eleitores, no primeiro turno, no segundo turno ou em ambos;

    - Relação dos municípios com voto em trânsito em Minas Gerais

II – presos provisórios e adolescentes em unidades de internação;

III - membros das Forças Armadas, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Ferroviária Federal, polícias civis, polícias militares, corpos de bombeiros militares e guardas municipais, que estiverem em serviço por ocasião das eleições
     Aqueles que estiverem em serviço no dia da eleição poderão solicitar transferência temporária para votar em qualquer local de votação, ainda que no mesmo município do seu domicílio eleitoral;

    - Formulário de requerimento para transferência temporária - militares

IV – eleitores com deficiência ou mobilidade reduzida
     
Os que ainda não tenham solicitado transferência para seção especial poderão solicitar transferência temporária para uma seção com acessibilidade dentro do mesmo município de seu domicílio eleitoral


- Comparativo entre as situações de transferência provisória