Auditorias da votação eletrônica - Eleições 2018

Nas Eleições de 2018, serão realizadas, no âmbito de cada Tribunal Regional Eleitoral do País, duas auditorias com o objetivo de evidenciar a segurança, transparência e credibilidade do sistema de votação eletrônico: a auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas (anteriormente chamada de Votação Paralela) e a auditoria de verificação da autenticidade e da integridade dos sistemas instalados nas urnas eletrônicas.

Transparência do voto eletrônico - visitas guiadas


Auditoria de funcionamento das urnas eletrônicas em condições normais de uso ou “votação paralela”
Urnas eletrônicas já preparadas para a votação oficial, sorteadas aleatoriamente em todo o Estado, em audiência pública e na véspera da eleição, são trazidas para o TRE para que sejam submetidas, em local público e sob fiscalização de partidos, entidades e qualquer cidadão interessado, a uma “votação simulada”, com as mesmas condições de uma seção eleitoral oficial. Na votação simulada, são usadas cédulas de papel preenchidas por representantes de partidos políticos e entidades. Cada voto é registrado na urna eletrônica e, paralelamente, em um computador à parte, com sistema próprio desenvolvido esse fim. Cada detalhe do processo é registrado por diversas câmeras de vídeo estrategicamente posicionadas no ambiente. Ao final da votação (no mesmo horário da votação oficial), é feita a comparação dos dois resultados: o da apuração por meio do boletim da urna eletrônica e o da soma dos votos das cédulas de papel. Serão sorteadas 5 urnas eletrônicas no primeiro turno e 4 urnas no segundo turno, conforme regulamentação do TSE.

Auditoria de verificação da autenticidade e integridade dos sistemas
Novidade nestas eleições, essa auditoria vai possibilitar aos partidos, entidades e cidadãos interessados verificarem se as assinaturas digitais dos sistemas instalados nas urnas eletrônicas conferem com as assinaturas digitais dos sistemas lacrados no TSE no início de setembro. A auditoria será realizada imediatamente antes da votação oficial, em 10 seções eleitorais (conforme regulamentação do TSE) sorteadas na véspera da eleição, em audiência pública, no TRE, tanto no primeiro quanto no segundo turno. Cada urna auditada emitirá um relatório de resumos digitais dos arquivos nela instalados, os quais poderão ser conferidos um a um, a qualquer tempo, com uma lista publicada no site do TSE.

Confira os arquivos dos resumos digitais que serão conferidos nesta auditoria.


AGENDA

Edital PRE nº 001/2018 (formato PDF), publicado no DJE-TRE-MG nº 191, de 17.10.2018.
Auditoria em urnas eletrônicas utilizadas no 1º turno de votação - Dia 20.10.2018, sábado, das 8 às 18 horas.

Edital CAVE nº 001/2018 (formato PDF), publicado no DJE-TRE-MG nº 163 de 05.09.2018.
Reunião com Partidos Políticos e Entidades - Dia 13.09.2018, quinta-feira, às 9 horas da manhã, na Sala de Sessões do TRE-MG.
Ata da reunião realizada em 13.09.2018.
Edital CAVE nº 002/2018 (formato PDF), publicado no DJE-TRE-MG nº 169 de 14.09.2018.
Sorteio das Urnas para as Auditorias - Dia 06.10.2018, sábado, véspera da eleição em 1º turno, e dia 27.10.2018, véspera do 2º turno, se houver.

Edital CAVE nº 003/2018 (formato PDF), publicado no DJE-TRE-MG nº 170 de 17.09.2018.
Auditoria de funcionamento das urnas – Dia 07.10.2018, domingo, dia da eleição em 1º turno – 1º andar do TRE-MG (Av. Prudente de Morais, 320).

Edital CAVE nº 004/2018 (formato PDF), publicado no DJE-TRE-MG nº 175 de 24.09.2018.
Audiência pública para geração das mídias e carga das urnas de contingência utilizadas na auditoria - Dia 29.09.2018, 14h, sábado (Av. do Contorno nº 7.038, Lourdes)

Auditoria de verificação de sistemas – Dia 07.10.2018, domingo, nas 10 seções eleitorais sorteadas.


NORMAS

Portaria CRE nº 17/2018 (formato PDF) - Determina auditoria em algumas urnas da Circunscrição de Minas Gerais.

Resolução TSE nº 23.550/2017 – Dispõe sobre a cerimônia de assinatura digital e fiscalização do sistema eletrônico de votação, do registro digital do voto, das auditorias de funcionamento das urnas eletrônicas e dos procedimentos de segurança dos dados dos sistemas eleitorais.

Resolução TRE-MG nº 1.088/2018 (formato PDF) – Institui a Comissão de Auditoria da Votação Eletrônica e dispõe sobre a Auditoria de Funcionamento das Urnas Eletrônicas sob condições normais de uso, em ambiente controlado, e a Auditoria de Verificação da Autenticidade e Integridade dos Sistemas instalados nas urnas para o pleito de 7 de outubro de 2018, em 1º turno, e de 28 de outubro de 2018, em 2º turno, se houver, no âmbito do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais.