Guia do Eleitor

Data das eleições
O primeiro turno das eleições está marcado para o dia 7 de outubro. Caso ocorra segundo turno (apenas nos municípios com mais de 200 mil eleitores), este será em 28 de outubro. Estão em disputa os cargos de vereador e prefeito municipal (e respectivo vice) – nesta ordem na urna eletrônica.

Quem deve votar
O voto é obrigatório para os alfabetizados maiores de 18 e menores de 70 anos.
O voto é facultativo para os analfabetos, os maiores de 70 anos e para quem está com idade entre 16 e 17 anos.

Onde votar
local de votação.

Documentos exigidos para votar
Para votar, leve um documento oficial de identificação com foto. São aceitos: carteira de identidade, certificado de reservista, carteira de trabalho, carteira nacional de habilitação com foto, identidades funcionais e o passaporte. Ter também o título eleitoral facilita localizar o seu local de votação.

Segunda via do título eleitoral
O eleitor que quiser requerer a segunda via do título pode fazê-lo até o dia 27 de setembro, no próprio cartório eleitoral.

Endereço  dos Cartórios eleitorais em Belo Horizonte, que atendem das 8h às 17h de segunda a sexta-feira e de 13 às 19 h nos finais de semana:

CAE – Central de Atendimento ao Eleitor (atende as ZEs: 26, 27, 28, 29, 30, 31, 32, 33, 34, 35, 37, 39, 331 e 332): Av. do Contorno, 7.038 – Lourdes. Ate

36ª e 333ª ZEs: Rua Alcindo Vieira, 67 – Barreiro. .

38ª e 334ª ZEs: Rua Dr. Álvaro Camargos, 2.480 - Bairro Santa Mônica (antiga Rua Doze de Outubro) - Venda Nova.


Horário de funcionamento, endereço e telefone dos cartórios eleitorais de Minas Gerais.


Justificativa

No dia das eleições, eleitor que estiver fora de sua cidade pode justificar a ausência em qualquer local de votação, das 8h às 17h. Se não o fizer, tem até 60 dias depois das eleições para fazê-lo, em qualquer cartório eleitoral, apresentando documento que justifique a ausência, como atestado médico, por exemplo.

Para justificar no dia da eleição, o eleitor deverá preencher um formulário com os dados do seu título eleitoral.

Formulário de justificativa.

Mesários
Todos os mesários convocados para trabalhar nas eleições devem comparecer às seções eleitorais às 7h, e no segundo turno.
O trabalho de mesário .

O dia da votação

A votação é das 8h às 17h. 

Para votar, é obrigatório apresentar um documento de identificação com foto.

Têm preferência para votar os candidatos, os juízes, seus auxiliares e servidores da Justiça Eleitoral, os promotores eleitorais e os policiais militares em serviço e, ainda, os eleitores maiores de 60 anos, os enfermos, os portadores de necessidades especiais e mulheres grávidas ou que estejam amamentando.

Não se permitem manifestações coletivas de preferência por candidatos.

Também é proibido entrar na cabine de votação com telefone celular, máquinas fotográficas, câmeras de vídeo, equipamento de radiocomunicação ou qualquer instrumento que possa comprometer o sigilo do voto. Esses aparelhos devem ficar retidos na mesa, enquanto o eleitor estiver votando.

A urna exibirá ao eleitor, primeiramente, a tela para escolha do vereador; depois, a tela para escolha do prefeito.

Como votar na urna eletrônica.

Conheça os candidatos
O divulgaCand possibilita conhecer mais sobre os candidatos: idade, grau de instrução, ocupação, declaração de bens, limite de gastos de campanha.

Vote com consciência
Vote de acordo com sua opinião, após informar-se e discutir sobre as propostas e verdadeiras intenções dos candidatos com sua família, seus amigos, seus colegas de trabalho. Escolha as propostas e ideias que achar melhores, sem se deixar influenciar por pesquisas.

Seu voto não tem preço, pois é instrumento que pode mudar seu futuro, o futuro de sua família, o futuro de sua comunidade. Assim, não venda um direito que é seu: o direito de escolher quem quer para governar sua cidade.

Colinha

O eleitor pode levar para a cabine uma colinha, com os números dos seus candidatos anotados nela.

Eleitor no exterior

O eleitor que se encontrar no exterior no dia das eleições, tem prazo de 30 dias, a partir da data que retornar ao Brasil, para procurar qualquer cartório eleitoral e justificar sua ausência às urnas. Para isto, deverá anexar uma cópia de seu passaporte com carimbo de entrada no Brasil e/ou tíquete de passagem que comprove o retorno.

Eleitor residente e com domicílio eleitoral no exterior - informações no TRE-DF.