PETRE 2021-2026: CGE e gestores discutem indicadores das áreas judiciais

Nessa segunda-feira (16), servidores da Seção de Planejamento e Estatística (SEPLE) e da Coordenadoria de Gestão Estratégica (CGE) participaram de reunião com os gestores dos Gabinetes dos Juízes Membros e da Secretaria Judiciária e Administrativa do Tribunal para examinar os quatro indicadores do Planejamento Estratégico do TRE (PETRE) afetos às áreas judiciais.

Os indicadores contribuem para o alcance dos objetivos 4 (Assegurar agilidade e produtividade na prestação jurisdicional) e 7 (Zelar pela integridade administrativa e pelo enfrentamento aos ilícitos eleitorais) do PETRE 2021-2026, inclusive se analisando as classes e os movimentos processuais que são, na prática, considerados para a aferição dos indicadores. 

De acordo com a SEPLE, essas informações são fundamentais para uma boa gestão do acervo de processos judiciais. Pensando nisso, pretende-se também realizar apresentação similar com a primeira instância.