Atuação

TRE-MG-logo-atuacao

 

Aviso de Cadastramento

Processo nº 1712759/2017. O Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais torna público para o conhecimento dos interessados que realizará processo de habilitação dirigido às associações e cooperativas de catadores de materiais recicláveis de Belo Horizonte, para partilha de resíduos recicláveis do TRE-MG, em cumprimento ao Decreto nº 5.940, de 25/10/2006. A documentação deverá ser apresentada em um único envelope fechado, na sessão pública de abertura de envelopes, a qual será realizada às 14h30 (quatorze horas e trinta minutos), do dia 7 de fevereiro de 2018, na Sala da Coordenadoria de Gestão Estratégica (SGESU/CGE), na Av. Prudente de Morais, 320, 1º andar, Bairro Cidade Jardim, Belo Horizonte, MG. 

Belo Horizonte, 30 de janeiro de 2018. 

Karina Marcos Bedran Pinheiro
Presidente da Comissão Atuação 

 

 

Programa Socioambiental do TRE-MG, implantado em 2008, busca incentivar a preservação do meio ambiente, com desenvolvimento de consciência ambiental  nos servidores e colaboradores do Tribunal, a partir da adoção de práticas sustentáveis e de alternativas que viabilizem a mudança de atitude.

O Programa é executado em duas frentes: Coleta Seletiva Solidária, com a doação de itens recicláveis a associações e cooperativas de catadores desse tipo de material, e Consumo Consciente, com a adoção de procedimentos que evitem o desperdício de material e de recursos naturais e financeiros.

O Atuação integra as metas do Planejamento Estratégico do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais, o que demonstra a preocupação da Instituição com o meio ambiente e a questão social. Ele atende às determinações do  Decreto nº 5.940/2006 e da Recomendação CNJ nº 11.

Envolvendo  vários segmentos do Tribunal, o Programa Atuação é coordenado por uma comissão multisetorial. Em sua primeira etapa, foi implantado em Belo Horizonte e, a partir de 2012, começou a ser estendido, gradativamente, aos cartórios eleitorais do interior.

A cada ano, o TRE-MG tem firmado  parceria com associações de catadores de papel, para o descarte adequado de material reciclável. Atualmente, a parceria é com a Coopemar - Cooperativa de Catadores de Materiais Recicláveis da Região Oeste de Belo Horizonte. Cumprindo as determinações do Decreto nº 5.940/2006, todo o material reciclável descartado pelo Tribunal é doado à entidade, que promove seu descarte de modo ecologicamente correto. Um grande passo já adotado pelo Tribunal é a utilização do papel reciclado nos procedimentos internos. Além de evitar o corte de árvores, o uso desse tipo de papel  promove a economia de centenas de entidades de catadores que têm no lixo sua principal ou única fonte de renda.

Contato: