Projeto Cine Café

Cine Café março de 2020.

Evento suspenso com base no Comunicado 009/2020

 

Cine-café vai tratar da luta pelos direitos da população negra

No dia 13 de março, das 13h15 às 15h15, no auditório do 320, será realizada uma nova edição do Cine-café, evento promovido pela Escola Judiciária que dessa vez vai discutir a luta pela representação democrática igualitária a partir da exibição do filme "Selma: uma luta pela igualdade". A obra retrata os embates vivenciados pela população negra dos Estados Unidos na década de 1960 em busca de direitos civis, especialmente o direito ao voto.

Liderada por Martin Luther King, essa campanha culminou na marcha épica entre a cidade de Selma até a cidade de Montgomery, no estado do Alabama, estimulando a opinião pública norte-americana e convencendo o presidente Johnson a implementar a Lei Federal dos Direitos de Voto, em 1965.

O bate-papo contará com a participação de três mulheres com experiências e estudos sobre o tema: Sabrina de Paula Braga, que atuará como mediadora do evento, Daniela Cunha Pereira e Marianna Michelette da Silva, que serão debatedoras.

Inscrições

As inscrições para esse Cine-café já estão abertas. É só acessar o link e enviar o formulário preenchido. A participação dá direito ao adicional de qualificação.

Resumo

A Escola Judiciária Eleitoral “Ministro Sálvio de Figueiredo Teixeira” lançou, em abril de 2018, o Projeto Cine Café – com a proposta de estabelecer o debate e a reflexão sobre temas relacionados aos mais variados enfoques da cidadania através da análise de trechos de filmes selecionados. Desde então, com a intensa participação de servidores e terceirizados, são realizadas palestras e debates no auditório do TRE-MG.

Já foram realizadas três edições do projeto, propondo, entre os participantes, o debate e análise, de forma crítica, sobre temas atuais e pertinentes, como os obstáculos das mulheres na vida profissional; a participação feminina na políticas e nos espaços de poder e a inclusão por meio das diferenças.

Objetivo

Estabelecer, por meio de análise de trecho do filme selecionado, um destacado espaço para o debate e reflexão sobre temas atuais e pertinentes.

A inclusão por meio da diversidade - "X-Men: Primeira Classe" - Setembro de 2019


A edição do segundo semestre de 2019 foi especial, uma vez que inserida no contexto de eventos relacionados à Semana da Acessibilidade, por meio da qual foi analisado, de forma crítica, o tema da inclusão por meio das diferenças.

O objetivo principal foi provocar nos participantes do evento que não têm deficiência uma reflexão crítica relativamente às questões de acessibilidade e inclusão por meio das diferenças, estimulando comportamentos empáticos.

O ponto de partida para o debate foi a exibição de um vídeo, editado a partir de um recorte do filme “X-Men: Primeira Classe”, com exibição das cenas mais emblemáticas que tangenciam o tema da inclusão e da diversidade.

Mediadora:

  • Wendelaine Cristina Correia de Andrade Oliveira (Analista Judiciário do Tribunal Regional Eleitoral de Minas Gerais)

Debatedores:

  • João Andrade Neto (Analista Judiciário no Gabinete do Juiz-Membro V do TRE-MG)

  • Laura Martins (Influenciadora digital e autora do blog Cadeira Voadora)

  • Clairton Thomazi (Servidor público federal do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, Membro da comissão de acessibilidade)

Os obstáculos das mulheres na vida profissional - "Estrelas Além do Tempo" - Abril de 2019

Essa segunda edição do Cine Café foi dedicada a debater os obstáculos enfrentados pelas mulheres na vida profissional, a partir de dois enfoques específicos. Em primeiro lugar, analisar o peso que a dupla jornada e o papel social conferido às mulheres impõem para suas vidas e escolhas profissionais. Em segundo lugar, os desafios que a vivência profissional feminina enfrenta, com limitações e discriminações que são impostas a um suposto papel profissional que deveria ser próprio das mulheres.

O ponto de partida para o debate foi a exibição de um vídeo, editado a partir de um recorte do filme “Estrelas Além do Tempo”, com exibição das cenas mais emblemáticas de obstáculos encarados por mulheres em suas carreiras profissionais.

Mediadora:

  • Bethânia Meneses de Andrade (Jornalista e Chefe da Seção de Jornalismo da Coordenadoria de Comunicação Social do TRE-MG)

Debatedoras: 

  • Roberta Rocha Fonseca (Diretora Executiva da Escola Judiciária Eleitoral de Minas Gerais. Juíza Auxiliar da Presidência do TRE-MG)

  • Roberta Maia Gresta (Analista Judiciária do TRE-MG. Doutora em Direito pela UFMG)

  • Evanilde Freitas (Advogada, Pós Graduada em Direito Processual Civil, Pós Graduada em Direito Imobiliário)

  • Janaina dos Santos Damas Ribeiro (Defensora Pública na Defensoria Pública do Estado de Minas Gerais)

Participação feminina na política e nos espaços de poder - "As Sufragistas" - Abril de 2018

Foi proposto um debate acerca da participação feminina na política e nos espaços de poder, abrangendo discussões sobre voto feminino no Brasil e no mundo, cota para mulheres nas candidaturas, reserva de cadeiras, violência política, discriminação, preconceitos, dentre outros temas afins.

O ponto de partida foi a exibição de um vídeo, editado a partir de um recorte do filme “As Sufragistas” com exibição de cenas mais impactantes com foco no processo de conquista de espaço e direito ao voto feminino.

Debatedoras:

  • Andrea Cristina de Miranda Costa (Juíza Eleitoral - 29ª ZE de Belo Horizonte)

  • Bethânia Meneses de Andrade (Jornalista e Titular da SEJOR/ CCS/ TRE-MG)

  • Carolina Lobo (Advogada. Membro da Comissão de Direito Eleitoral da OAB-MG)

  • Edilene Lobo (Advogada eleitoralista e Professora)

  • Polianna Pereira dos Santos (Advogada. Diretora Presidente do Movimento Visibilidade Feminina)