TRE de Minas amplia o projeto Eleitor do Futuro

Professores e estudantes universitários atuarão como formadores em escolas do ensino médio

Com o objetivo de atingir o maior número possível de participantes nas ações de cidadania promovidas pela instituição, o projeto Eleitor do Futuro, desenvolvido pela Escola Judiciária Eleitoral do TRE-MG, foi ampliado e será agora um programa, com quatro projetos específicos. São eles: “Zonas Eleitorais”, “Inovação”, “Professores” e “Extensão Universitária”.

O projeto Eleitor do Futuro “Zonas Eleitorais” corresponde ao formato antigo do programa. No projeto “Inovação”, ações educativas e originais serão desenvolvidas e realizadas de forma colaborativa entre formadores internos (servidores e magistrados do Tribunal) e parceiros externos. O objetivo é formalizar e integrar as iniciativas que já são praticadas por servidores de zonas eleitorais de maneira isolada.

Já os projetos “Professores” e “Extensão Universitária” capacitarão professores e estudantes do ensino superior para atuarem como formadores em escolas de ensino médio. Ambos ainda estão em fase de implantação, e o projeto Eleitor do Futuro “Professores” será desenvolvido em parceria com a Secretaria de Educação de Minas Gerais.

Anteriormente, o Eleitor do Futuro acontecia a partir de demandas de escolas e instituições de ensino através da realização de atividades relacionadas à cidadania política e Justiça Eleitoral.

Nos últimos dois anos, cerca de 60% do número de participantes de ações de cidadania desenvolvidas pelo Tribunal estavam ligados ao projeto. Assista ao vídeo da diretora executiva da EJEMG, juíza Roberta Fonseca, sobre a atualização do programa, que, segunda a magistrada, “visa abranger um maior número de pessoas”.

Seminário

A primeira iniciativa do projeto “Extensão Universitária” acontecerá nos dias 12 e 13 de agosto, por meio do seminário “Fake News e Segurança do Voto Eletrônico”, na Faculdade de Saúde e Ecologia Humana (FASEH). A programação contará com palestra, debate e oficinas na instituição para alunos e funcionários.

Na segunda-feira (12), a juíza Roberta Fonseca, diretora executiva da EJEMG, participará da mesa de abertura do evento, a partir das 19 horas. Em seguida, acontecerá uma palestra sobre segurança do voto eletrônico e debate sobre fake news.

No último dia do evento, terça-feira (13), formadores da EJEMG aplicarão oficinas sobre os dois temas para que os participantes possam executar ações educativas para alunos do ensino médio com base na capacitação.

 

 

 

Últimas notícias postadas

Recentes