TRE homenageia desembargadores que ocuparam posições de destaque na instituição

Aposição dos retratos atraiu muitas autoridades

TRE-MG aposicao de retratos na galeria ex-presidentes do TRE-MG e galeria ex-diretores da EJEMG. Foto: Cláudia Ramos / CCS/ TRE-MG

O desembargador Geraldo Domingos Coelho foi homenageado nesta quinta-feira (7) pelo TRE, com a aposição de seu retrato na galeria dos ex-presidentes do Tribunal, em solenidade no auditório da instituição. Ele esteve na Presidência de 24 de junho de 2016 a 23 de junho de 2017. 

Na mesma solenidade, foi feita a aposição simbólica do retrato do desembargador Ramom Tácio de Oliveira, que foi diretor-executivo da Escola Judiciária Eleitoral de Minas Gerais (Ejemg) entre junho de 2016 e junho de 2017. O juiz auxiliar da Presidência e atual diretor-executivo da Ejemg, Luis Fernando Benfatti, ressaltou que a Escola é grata à administração do desembargador Ramon, muito relevante para o TRE. “É um homem probo e trabalhador, devotado à causa pública.” 

O atual presidente do TRE, desembargador Edgard Penna Amorim, saudou os homenageados e agradeceu a presença dos que prestigiaram o evento. Ele destacou três marcos relevantes na gestão do desembargador Domingos Coelho à frente do Tribunal: o aumento progressivo do cadastramento biométrico de eleitores; a infraestrutura adequada para os cartórios do interior – com destaque para as novas sedes de Uberaba, Patos de Minas, Sete Lagoas e Ervália – e a melhoria das condições de trabalho de magistrados e servidores do interior. “Ele conduziu com maestria as eleições de 2016, com firmeza e austeridade”, acrescentou. 

Estiveram presentes o vice-presidente e corregedor eleitoral, desembargador Pedro Bernardes; o procurador regional eleitoral, Ângelo Giardini de Oliveira, que também saudou os homenageados; o presidente do Tribunal de Justiça, desembargador Geraldo Augusto de Almeida; o presidente do Tribunal de Justiça Militar, juiz coronel James Ferreira Santos; o presidente da Associação dos Magistrados de Minas (Amagis), desembargador Maurício Torres; a defensora pública-geral do estado, Christiane Neves Procópio Malard, dentre outras autoridades do Judiciário e do Legislativo.
 

Currículos

Natural de Guanhães, no Vale do Rio Doce, o desembargador Geraldo Domingos Coelho é bacharel em Direito pela Universidade Federal de Minas Gerais e ingressou na magistratura em 1982. Foi juiz de Direito nas comarcas de Ervália, Conselheiro Pena, Pirapora, Nova Lima e Belo Horizonte. Foi também juiz do Tribunal de Justiça Desportiva da Federação Mineira de Futebol entre 2000 e 2001. Desde 2005, é desembargador no Tribunal de Justiça de Minas, onde ocupa uma cadeira na 12ª Câmara Cível. Na Justiça Eleitoral, atuou como juiz da 34ª Zona Eleitoral, de Belo Horizonte e também como corregedor e vice-presidente do TRE, de junho de 2015 a junho de 2017.

Já o desembargador Ramom Tácio de Oliveira é natural de Felixlândia, região Central do estado. Bacharel em Direito pelo Centro Universitário de Sete Lagoas – Unifemm, ingressou na magistratura em 1990 e foi juiz de Direito nas comarcas de Campo Belo, Candeias, Frutal, Itaúna e Belo Horizonte. É desembargador do Tribunal de Justiça desde 2017. 

Siga-nos no Twitter e no Instagram.

Curta nossa página no Facebook.

Últimas notícias postadas

Recentes