Biometria não é obrigatória em Belo Horizonte para as Eleições 2018

Procedimento só é obrigatório em Betim, Contagem, Uberaba e Uberlândia

TRE-MG biometria no posto da Avenida Prudente de Maraes, 320. Foto: Carolina Franceschini/CCS/TRE-MG

O recadastramento biométrico não é obrigatório em Belo Horizonte para as Eleições 2018.Por isso, os eleitores que não fizeram a biometria na capital e em municípios como Juiz de Fora, Montes Claros, Ipatinga e Governador Valadares, por exemplo, poderão votar normalmente nas eleições de outubro, desde que estejam com a situação regular com a Justiça Eleitoral.   

Muitos eleitores estão enfrentando filas nos locais de maior movimento achando que, se não fizerem o recadastramento biométrico, terão o título cancelado e não votarão nas próximas eleições. Isso só acontecerá para os eleitores de Betim, Contagem, Uberaba e Uberlândia que não comparecerem até a próxima sexta-feira, dia 9. 

Em Minas Gerais, a biometria só será utilizada nas eleições deste ano em 100% do eleitorado de 84 cidades. Confira todos os municípios em que o recadastramento biométrico ainda não é obrigatório.

Embora a biometria ainda não seja obrigatóriaem Belo Horizontee na maioria das cidades mineiras, a orientação da Justiça Eleitoral é para que as pessoas façam o procedimento o quanto antes – para quem quiser votar em 2018, o prazo vai até 9 de maio, mesmo prazo para que eleitores com deficiência ou dificuldade de locomoção solicitem transferência para seções de fácil acesso.

Confira os locais e horário de atendimento em BH
Saiba quais são os documentos necessários

Abordagem em casa

A Justiça Eleitoral não vem abordando eleitores em casa, em nenhum município, devido ao recadastramento biométrico. Se em alguma cidade o eleitor receber a visita de alguém com essa motivação, deve ficar atento.

O alistamento eleitoral é obrigatório para os maiores de 18 anos e facultativo para os analfabetos, os jovens entre 16 e 18 anos e os maiores de 70. Já a transferência do título deve ser feita pelo eleitor que mudou de cidade. Deve regularizar a situação quem teve o título cancelado por ausência às urnas, caso não tenha votado ou justificado por três eleições consecutivas. Para aplicação dessa regra, cada turno é considerado uma eleição.

Saiba mais sobre a biometria.

Siga-nos no Instagram e no Twitter.

Curta nossa página no Facebook.

Últimas notícias postadas

Recentes